Site de Poesias

Menu

Sorriso de Arrependimento

[Ilustração não carregada]

Padre, pequei!
Aproximou-se
e prendeu-me em seu olhar,
fez minha razão esvair-se pressurosa
e a emoção tempestuosa
ficou em seu lugar.
Padre, pequei!
Roubei-lhe um beijo
longo e profundo,
e nele, perderam-se meus credos paternalistas,
minha boa educação,
os valores aprendidos neste mundo. 
Padre, pequei!
mas a razão já voltou a mim,
sou criatura boa, 
de bons costumes
e sem delongas ou incertidumes
eu prometo!
devolverei-lhe o beijo, sim!

Compartilhar

Se é que me entende. Risos... Goiânia, 19.01.08 - 20:53 h


19/01/2008

  • 2 comentários
  • 432 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados