Site de Poesias

Menu

Brilho Ausente


Quando olhamos para uma estrela 
estamos olhando para o passado
muitas delas já até morreram.

E a luz que um dia foi criada 
percorre o seu destino.

Ilumina por um instante 
a quem ela encontra 
se tornando o seu presente 
e logo após já se torna o seu passado.
 

Compartilhar
Teotonio Oliveira
10/01/2008

  • 0 comentários
  • 768 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados