Site de Poesias

Menu

''DEUS É O TEMPO!!!!!''

''Tempo'' do meu tempo
Ás vezes não acha tempo
Para falarmos
Do tempo que passamos juntos meu ''Tempo''...
Meu tempo é todo seu
Sendo que é você... ''Tempo''
Quem marca o tempo

Ahhh!!!!!
Meu caro amigo ''Tempo''
O quê aconteceu contigo?
Ou será que foi comigo?
Tanto tempo perdido.

Meu amigo ''Tempo'' será?
Que estamos sem tempo?
Ah! Meu ''Tempo''...
Onde está você?

Você está dizendo:
Que sou eu quem faz o tempo,
Mas você se esqueceu que você é o ''Tempo''?
Ou você ''Tempo'', também precisa de um tempo?

Então estou te dando um tempo
Veja se descansa, e não perca tempo.
''Tempo'', tempo...
''Tempo'' é hora de viver!!!

Guarde um pouco do seu tempo...
Para mim! Seria pedir demais?
Oras bolas! Afinal de contas ''Tempo'',
Somos amigos... Não somos?

Não passe assim tão depressa ''tempo''
Sei; você já me disse:
''Não podes parar''
Pois, então ande mais devagar.

Dê-me algum tempo
Para te alcançar
Sabes que levas contigo
Tudo de meu...
De ''Seu''.

Levas...
Meus sonhos...
Minhas alegrias...
O meu porvir...

Ah! ''Tempo''...
Podes até passar pelo tempo
Porém o meu tempo...
É todo seu ''Tempo''.

Você
''Tempo'' dos ''Tempos'',
Senhor do ''Tempo''
Amigo do meu tempo
Se...
Eu aproveitar bem
O tempo que me dás.

Querido ''TEMPO''
Não ande tão lépido,
Pare um pouco o pêndulo
Veja a ampulheta da minha vida
Que passa...

Olhe o tempo que resta
Do meu tempo
Para ter tempo de plantar
Um pouco do seu ''Tempo''.

Para o meu futuro sorrir...
Tão presente ir
''Tempo'' socorro!!!
Não se ausente
Dê um presente de vida
Para um inconseqüente.

''Tempo'' do ''Ser''
Ser menor que o Senhor do ''Tempo''.
Na hora certa meu ''Tempo''
Busque o seu tempo, no pêndulo.

Aí quem sabe?
Com a sabedoria do ''TEMPO''
Eu comece a conhecer
Todos os tempos

Tempo que procura a vida no ''Tempo'':
Tempo de sol... Luz da fotossíntese
Tempo de lua... Luzes das estrelas
Tempo de amar... O feto da vida
Tempo de chover... Regrar a planta
Tempo de andar... Lado a lado
Tempo de fazer e refazer amigos
Tempo de ouvir a voz do Tempo
Tempo da mulher, musa do tempo.
Tempo do homem, herói e escravo do tempo.

Ainda temos tempo, não percamos tempo.
De ser só um, no imenso ''Tempo''.
E que tenhamos ainda tempo
De acharmos tempo
Para entrarmos num templo
E percebermos que:
''O TEMPO''
É Deus
E de ''Deus''

Dueto:
Kellinho e José Aprígio da Silva.


07/11/2007 00h38 - Kellinho

Tudo no "TEMPO DE DEUS"...E está aí; o nosso dueto____Com o seu primor de inspiração(com toda certeza). Louvo a Deus por ter sido coadjuvate neste nosso(muito mais seu)dueto. obrigado por ter aceitado a minha singela ajuda neste texto que concorre para um fim comum___DEUS!!!!COM TODAS AS LETRAS. Que este seja o primeiro de muitos dentro do Tempo de Deus. Grande abraço amigo e irmão>>> Graça e Paz___ Kellinho.


06/11/2007 08h02 - JOSÉ APRÍGIO DA SILVA

Grande amigo e mano camarada Kellinho, como modificar algo que em minha opinião chegou à perfeição. Eu lhe agradeço por esta maravilhosa parceria, sabia que você iria transformá-lo em algo divino e maravilhoso. Quando faço algum texto procuro buscar as palavras certas e você foi além das palavras certas e é por isso que ficou lindo esse texto. Meu muito obrigado e agradeço de coração essa nossa primeira parceria. José Aprígio da Silva.


Compartilhar

Ceilândia, 21/12/2007.


21/12/2007

  • 0 comentários
  • 3127 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados