Site de Poesias

Menu

Nas ruas...

Nas ruas onde vagueio, ouço gritos de dor
Ouço a dor, sózinha, triste, a pedir ajuda...
Ouço a sua voz negra, que procura o sol
Ouço o seu falar abandonado ...
Vejo a sua boca calada, como quem espera..
Todo o seu corpo está possuído...

Todo o seu ser está moribundo de amor...
Todo o seu espaço está marcado, sem saída.

Nas ruas onde vagueio, não quero existir!

Cristina Lopes

Compartilhar
cristina lopes
21/12/2007

  • 1 comentário
  • 221 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados