Site de Poesias

Menu

Quadros

[Ilustração não carregada]

 
Cálidos, pálidos e tristes,
Trazem a placidez no olhar.
Quantas histórias eu conto,
E quantas eu ouço contar.
 
Pendurados nas paredes
Inertes e transparentes,
Retratos que retratam,
Tantos motivos diferentes.
 
Meros devaneios, chaminés,
Luzes, edifícios e antenas,
Que corrompem cada olhar,
Em pinceladas tão pequenas.
 
São as telas da vida
Onde nada é eterno
Mas, que tudo se internaliza,
Como o pobre e pálido sorriso
 Da triste e eterna Monalisa

Compartilhar

Obrigado pelo carinho da visita ao sair deixe um recado ou uma simples critica

Jose Aparecido Botacini
13/12/2007

  • 3 comentários
  • 6394 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados