Murilo Saldanha


M
esmo distante posso sentir
U ma alma tão bela e pura
R aramente ele está feliz
I nda que eu busque a cura
L evo-me então a acreditar
O homem que irá desabrochar

S endo o mais belo dos poetas
A legra o nosso dia-a-dia
L embrando-nos da nostalgia
D as angústias mais secretas
A nte a nossa rara alegria
N eve branca irei buscar
H á desse coração abrandar
A gora e sempre para poetizar

Esse menino merece tudo e mais um pouco!
De um talento imenso ... que logo logo nascerá um Vinícius!
Relembrando que não se faz poesia sem tristeza e alegria! Sem ódio e amor!
Que lágrimas rolem... sorrisos contemplamos, ódio e amor sentiremos para que muitas poesias sejam escritas!

=)

Em casa - conversando com esse anjinho!

Jaque Barbate
© Todos os direitos reservados