Uma poesia!

Uma poesia!

Deixa-me escrever....
 
Deixa  escrever minhas poesias
Sem verso,sem rima, sem melodia
Deixa o meu coração falar
O que sinto dia a dia!
 
Não importa sua beleza
Não importa sua rima
O meu coração fraqueja
Aos meus olhos iluminam
 
Se me desces um motivo
Eu criaria uma história
Porem seria contada
sem versos, sem rima
E em prosas
 
Um dia eu vou morrer
No túmulo queiro uma lenda
Aqui jaz uma poetisa
Sem verso, sem rima e sem pena!
 
RMMA
 
OBS- A pena de escrever.
 

Rita Maria Medeiros de Almeida
© Todos os direitos reservados