Site de Poesias

Menu

"Arco Iris noturno"

[Ilustração não carregada]

Após cada tempestade vem o sol,
assim como nasce o dia após a noite.
Existe uma chegada em cada partida,
e em cada estrela um brilho do sol.

Em pensamentos fico sempre a divagar
Como a natureza é sábia, bela e nos ensina.
Que por mais longa e triste que seja à noite
Podemos crer que uma nova manhã se aproxima

A natureza sempre se renova,
sempre voltam as cores da primavera;
são belas as crianças quando nascem,
nostálgico é assistir ao sol se por.

A nostalgia que de repente nos invade
Quantas vezes uma brisa, passa e leva.
E a sonhar nos conduz, maravilhados.
Por ser parte da natureza que nos enleva.

É de encher os olhos a paisagem
Variedade de cores, matizes e odores.
O tempo que faz desenhos nas rochas
Os Ipês carregadinhos, multicores.

As brumas que sopram movem dunas,
e o orvalho umedece as madrugadas;
tão certo como um sonho é uma canção,
a condição de amar vem do coração.


( Duo – Valdir Barreto Ramos & Gloria Regina Salles) 
           20 de outubro de 2007 21:48hs


       

Compartilhar

Vc que está lendo, obrigadaaaaaaaaaaaa.
Não saia sem comentar, ta?
É importante sua opinião, até para o nosso crescimento.
E aí retribuindo a visita, quem sabe seremos amigos hã?
Bjos

Gloria Salles
30/10/2007

  • 7 comentários
  • 3564 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados