Site de Poesias

Menu

Mas ela...

Não morra sozinho em meio à multidão,
Nem viva sozinho em meio a ela.
Dela não depende sua opinião,
Pois quem tem talento a si mesmo revela!

Construa seu rumo mesmo na solidão.
A estrada mais ampla, não siga por ela.
O caminho estreito conduz à amplidão,
Indicando da vida a completa parcela.

Esqueça o traçado, não siga o roteiro,
Não toque na morte, não brinque com ela...
Quem segue as regras não é pioneiro.

Persiga o caminho que leva pro esmo,
Pois fora das normas há partes mais belas.
- O bom poeta conhece a si mesmo.

Compartilhar
Pablo Falabela
& Ederson Peka
19/09/2003