Sol amigo

Sol amigo

Quero outras fronteiras cruzar
Rios, estradas e outros mundos atravessar,
Como um navegador, solitário,
Que as estrelas quer conquistar.
Ver longe o pôr-do-sol
E outros amores encontrar,
Não quero ser viúvo da vida
Sem, em outros mares navegar.
Eu sou feito de sonhos
Quando á noite me abraça,
Quero ouvir o canto do vento lá fora,
Que vem pra me fazer graça.
Quando à noite parti sozinha
Uma estrela grande surgiu, na aurora,
Que, por traz da noite já existia...
É o meu amigo sol
Que pujante se fazia ver,
Beijou o rosto lua, que dormia,
Já com saudades do anoitecer.
                            


                

Obrigado pelo carinho da visita ao sair deixe um comentário ou uma simples critica.
Jose Aparecido Botacini
© Todos os direitos reservados