Sonhos

Eu acordei hoje
dentro de um castelo de sonhos
A chuva caindo em preto e branco
Fiquei e encarei
Tudo  que sobrou
de meu próprio mundo desmoronando

Essa chuva caindo
acariciou minha pele novamente
deixe-a cair para lavar
o tempo que passou
Sentindo me negado
pois meu coração não está mais batendo em vão

E agora está claro
um dia leva a outro
Eu seco minhas lágrimas
existe muito mais para descobrir em
outro lugar...

Eu ouço o som de milhares de vozes
Eu perdi minha inocência
Eu estou no meu caminho
através do deserto
para resgatar o que eu enviei
fora do meu coração....

Hebert Martins Bueno Pinto
© Todos os direitos reservados