Site de Poesias

Menu

"VESTIDO VERMELHO". (Rondel).

 

 

“VESTIDO VERMELHO”.
              (Rondel).
 
Vestia vermelho carmim
Com o seu corpo delgado,
O seu perfume de jasmim
E andar muito delicado.
 
Moderno o seu penteado
Fez um aceno pra mim,
Vestia vermelho carmim
Com o seu corpo delgado.
 
Nunca vi mulher assim
Um caprichoso rebolado,
Essa anja querubim...
Deixou-me desconcertado;
Vestia vermelho carmim.
 
Autor: Antonio Hugo.



Compartilhar

São Paulo, 16/06/2007.

Antonio Hugo
16/06/2007