Site de Poesias

Menu

SAUDADE

ah! saudade, espelho da alma

denota dor e bem querer

espalha esperança em meu peito resvala

a falta, a luta de um dia te ter.

Reflito no verso desconexo

a sintilidade de poder verter

a saudade ambígua e pavor regresso

de um beijo que nunca vai acontecer.

Invoco teu nome perdido em meu coração,

com tamanha força e desejo ardente

mas nada te traz a penúria ou comoção

da névoa sombria que meu corpo sente

pela falta que você me provoca

por não querer se entregar a essa paixão descomedida

e ao mesmo tempo adormecida

na singelidade de teu sorriso.

Compartilhar
Fábio Avanzi
08/06/2007

  • 2 comentários
  • 406 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados