Site de Poesias

Menu

SÃO PAULO E MINHA DIGNIDADE ROUBADA!

[Ilustração não carregada]

São Paulo e minha.

Dignidade Roubada.

Minha Dignidade Maltratada!

Dignidade Humilhada!

Dignidade Discriminada!

São Paulo e minha.

Dignidade Injuriada, Ultrajada!

Me recebestes e me acolhestes.

Mas, ao mesmo tempo.

Também me Pisastes!

Estive nos teus Braços!

Mas não soubestes.

De Verdade me Abraçar!

Todos os Sonhos que.

Eu tive contigo.

Sempre me Impedistes.

Nos meus Sonhos de Sonhar!

Muitas Noites de Frio.

E Intenso Calor!

Para Você fui alguém sem Valor!

Nem mesmo eu sabia.

Mas, vim como Poeta.

Também como Profeta!

Mas me Transformastes.

Em algo que vegeta!

Na Industria da Miséria.

Resolvestes me Jogar!

No meio da Lama.

Comecei a Brilhar até me.

Transformar em Príncipe Estelar!

Um Dia São Paulo.

Tu Sentiras Vergonha!

De Toda Vergonha que.

Me Fizestes Passar!

Pois o que está Escrito.

Nas Estrelas não Pode.

Nunca se Apagar!

Pois com a Força dos.

Tres Portais Estelares.

Este Poeta Irá Iluminar se Elevar!

VALDIR PINTO!

SÃO PAULO AND MY DIGNITY ROUBADA!

Sao Paulo and myself.

Dignity Roubada.

My Dignity Maltratada!

Dignity Humilhada!

Dignity Discriminada!

Sao Paulo and myself.

Dignity Injuriada, Ultrajada!

Me and then I acolhestes.

But at the same time.

I also Pisastes!

I was in Your Arms!

But not soubestes.

From Truth Embrace me!

All Dreams that.

I had you.

Whenever I Impedistes.

In my dreams of Sonhar!

Many nights of Frio.

And Strong Heat!

For You was someone without value!

Not even I knew.

But, as poet came.

Also as Prophet!

But I Transformastes.

In something that vegeta!

In Industria of Slums.

Resolvestes me Play!

In the middle of Lama.

I started to shine before me.

Transforming into Prince Estelar!

A Day Sao Paulo.

Tu Sentiras Vergonha!

From All Vergonha that.

Me Fizestes Pass!

Because what is written.

The stars may not.

You never Delete!

But with the Force.

Tres Portals Estelares.

This poet Will Illuminate if Raise!

VALDIR PINTO!

 

Compartilhar

NAS AREIAS DE COPACABANA- RIO DE JANEIRO- RJ . O POETA ESCREVEU ESSES VERSOS CHEIOS MELANCOLIA, E TRISTEZA NUM LAMENTO POR TODAS AS PRIVAÇÕES QUE A GRANDE METRÓPOLE CONDICIONOU-O À TER QUE PASSAR! " SE QUISERES VIVER AQUI, TERÁ QUE SER NESTAS CONDIÇÕES"!


AREIAS ON IN COPACABANA-RIO DE JANEIRO-RJ. The POETA ESCREVEU THESE VERSOS CHEIOS MELANCOLIA, E TRISTEZA NUM LAMENTO BY ALL PRIVAÇÕES THE GRANDE CITY CONDICIONOU-TO HAVE YOU BACK! "IF QUISERES LIVE HERE, TERÁ TO BE NESTAS CONDITIONS!" COPACABANA- RIO DE JANEIRO-RJ.

Valdir Pinto
06/06/2007