Site de Poesias

Menu

Quem és afinal?!

[Ilustração não carregada]

Minha mente adormecida,
Algures, profundamente inebriada...
Aquela luz plena de brilho me ofuscava...
Quem és afinal?
Que ora me fazes tremer, ora me fazes sorrir...
Ora te encontro nos meus mais belos sonhos, ora nos meu mais dementes pesadelos...
Quem és tu por favor?
Preciso de uma explicaçao para este sentimento, 
Vens do alem, eu sei...
Tenho medo de te descobrir,
Outrora te julgava a minha propria alma,
Hoje julgo-te uma força mórbida que vem da escuridao
Sobrevoando a minha vida,
E atormentando o meu coraçao...
Quem es afinal?! 

Compartilhar

escrita neste mesmo instante...

Ana Duarte
02/06/2007