Site de Poesias

Menu

A MULHER MARAVILHOSA!

[Ilustração não carregada]

 

 

A mulher Maravilhosa!

Não é aquela Maldosa!

Não é rancoroza.

Não é maldizente.

Ela é cheia de Luz.

No seu Interior.

Não ofende nem desacata.

O semelhante sofredor.

É Altruista caridosa.

E cheia de Valor!




Não são assim as mocréias.

Que vivem penduradas em boléias.

São estúpidas, arrogantes.

Prepotentes, malcriadas.

Feias e maldizentes.

São sem luz interior.

Seu coração é Pura Treva.

A mais daninha de.

Todas as ervas.

É uma Praga na face da terra.




A mulher quando é Maravilhosa!

Já vem Iluminada de Geração!

De um Bom Berço com Educação!

Sabe frear a sua língua.

Na hora da tentação.

Do seu coração sai só.

Benção e não maldição!

Quando não consegue.

Conquistar um homem.

Fica com amargura no coração!




VALDIR PINTO! 



A WONDERFUL WOMEN!


The woman Wonderful!

It is not that Maldosa!

Not rancoroza.

Not maldizente.

She is full of Luz In its Interior.

Not offends nor desacata.

The similar suffering.

It Altruista charitable.

And full of Value!

Not so the mocréias.



What are hanging in boléias.

They are stupid, arrogant.

Prepotentes, malcriadas.

Feias and maldizentes.

They are without light inside.

Your heart is Pure Treva.

The most daninha of.

All herbs.

It is a Prague on the face of the earth.

The woman when Wonderful!



Now comes the Enlightened Generation!

From a cot with Good Education!

You know frear their language.

At the time of temptation.

Do your heart leaves only.

Blessing and not curse!

When not.

Conquering a man.

It is with bitterness in my heart!



VALDIR PINTO

Compartilhar

Esta Poesia foi escrita retratando a vida de uma mulher que não sabe viver o seu interior. Pois a verdadeira beleza está no interior de cada um!


This poetry was written depicting the life of a woman who does not know his live inside. But the real beauty is within each one! Jd. Ana Maria- Santo Andr

Valdir Pinto
16/05/2007