O VENTO

O VENTO ENTRA PELA FRESTA DA PORTA
QUE VOCÊ DEIXOU ABERTA AO SAIR
O VENTO ESTÁ FRIO, ME CONGELA
NÃO ME DEIXA ESQUECER...
ESTE MESMO VENTO FRIO JÁ FOI TESTEMUNHA
DE NOITES INACABAVÉIS DE AMOR
JÁ FOI RESPONSÁVEL DE ALIVIAR DE NOSSOS
CORPOS O FOGO, O CALOR...
O VENTO ENTRA PELA FRESTA DA PORTA
TOCA MINHA PELE, ACARICIA MEUS CABELOS
ME TRAZ A LEMBRANÇA
NÃO ME DEIXA ESQUECER...
É COMO SE O VENTO FOSSE VOCÊ
CHEGANDO DE MANSINHO, FAZENDO CARINHO
A DIFERENÇA É QUE O VENTO ESTÁ FRIO
NÃO TEM SEU CALOR...
E VOCÊ, VOCÊ ME AQUECIA, ME AMAVA, SEU AMOR ARDIA
QUEIMAVA, O VENTO CONGELA, PORQUE
O VENTO, O VENTO NÃO É VOCÊ AMOR!!!!

SAUDADES DE ABRAÇAR E TER QUEM ABRAÇAR, NESTE FRIOZINHO...

09/05/2007