Site de Poesias

Menu

"COM AMOR" (Carta).

"COM AMOR"

Eu hoje estava lembrando, do primeiro beijo que te dei,
do nosso primeiro pic-nic, do dia em que me declarei.
   Lembra de como eu olhava pra ti? Como se estivesse
hipnotizado, como foi difícil eu pedir... Para ser seu namorado;
que fora que eu levei! Na frente dos meus amigos, que 
vergonha que eu passei! Quando sai cabisbaixo, você foi 
atrás de mim, tentando me consolar... Eu pensando ser o fim.
   Então você me abraçou, disse-me coisas bonitas! Mas disse
que tinha outro alguém, disse que era minha amiga... Que queria 
ver meu bem. 
  Ah! Ser seu amigo era pouco, eu queria te namorar! Fiquei até 
de joelhos! Para tentar te conquistar.
  Mas você irredutível, deixou de me ver por um mês, veja como 
as coisas mudam... Que bem esse tempo me fez; depois do mês
que passou, foi você que me procurou dizendo que me amava...
Se eu ainda te queria, e se eu lhe perdoava.
  Não sabe a felicidade que senti naquele dia, quase morro de alegria,
eu não cabia dentro de mim, queria gritar para o mundo! Queria 
beijar-te o tempo todo. 
  Ah! Minha querida... Essas recordações são minhas, esse passado
foi nosso, nem que eu quisesse esquecer-te... Juro meu amor,
eu não posso.


               Com amor...


              Antonio Hugo.

Compartilhar

São Paulo, Dezembro de 2006.

Antonio Hugo
09/12/2006