Site de Poesias

Menu

Lucidez Insensata

Poesias são desejos que não se concretizaram

vontades que ficam retidas por um fio de esperança

sonhos incompletos em um mundo de fantasias

dores que não se curam em corações tão sofridos.


Às vezes tenho vontade que tudo termine

estou cansado de nadar contra a correnteza

a onda que bate no peito sufoca as certezas

o final deste rio está tão longe sigo sozinho.


A vida é assim mesmo não tem porque complicar

quer saber de uma coisa se vai se olhar no espelho

até quando vai ficar parado justificando os fracassos?

Algumas palavras ferem em certos casos é preciso sangrar.

 
Por isso ao escrever num papel virgem todas as loucuras

os medos se tornam insignificantes esvaindo as frustrações

é criada a coragem e os fantasmas não causam mais espanto

nasce uma história onde os personagens não sentem dor

nem que pra isto a poesia fique trancada e esquecida numa gaveta.

Compartilhar
Teotonio Oliveira
06/12/2006

  • 1 comentário
  • 246 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados