Site de Poesias

Menu

Comportamento

A razão, sempre conservadora
segura de si, não vive os riscos
decora todos os manuais e vive uma
vida burocrática.

Sonhos não pertence ao dicionário da razão
a realidade é a racionalidade
ela é pragmática e "responsável"
somente caminha onde o passo alcança.

Razão e emoção situações distintas
porém inerentes precisando sempre
de um ponto de equilíbrio
e quem é este ponto de equilíbrio?

Esta é a questão
todas às vezes que me machuquei
tinha deixado de dar ouvido à razão.

Compartilhar
Teotonio Oliveira
17/11/2006

  • 0 comentários
  • 277 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados