Site de Poesias

Menu

UMA PAIXÃO A OFERTAR

Velejo por entre as lágrimas do teu pranto,
No sumo líbito de tuas dores compartilhar,
És a musa que inspira, és o meu encanto,
Neste batel havemos de a paz conquistar.

Teus anélitos são implexos, por enquanto,
Juntos, teremos chance de tudo isto mudar,
Voz trêmula quando não é razão o chanto,
Tua felicidade logo em breve há de chegar.

Olvides razões outras para tua fiel tristeza,
Hoje, não precisas mais em a contemplar,
Sou teu pombo alado da paz, com certeza,

Que fará, agora de alegria, tu’alma chorar.
As virtudes que sublimam esta tua beleza,
São o amor de um apaixonado a te ofertar.

Compartilhar

17/11/2006