Site de Poesias

Menu

Filhas de Deus

Óh! Palpita o coração excitado
Do homem acanhando e inquieto
que delicia-se com uma mulher, decerto
na vergonha de não querer ser olhado.

E a selvagem fera que desfila
Alastra uma beleza incomum
Transforma todos os homens em um
com o olhar que paira e os destila.

E a derreter com a imagem na mente
Destilados, pobre homens ficam bobos
Todos se reunem e uivam como lobos
O amor platônico é uma piada entorpecente!

Mulheres do mundo e de todo lugar
Vão se acostumando com nós
Somos rudes e somos tão sós
Por isso, basta nos amar.

Óh! Mulheres incertas neste destino
E certas sobre a hipocrisia
Mulher, significa pra mim, sabedoria.
Vamos todos então, fazer um hino.

Evas todas neste mundo, existentes.
Lindas e eternamente misteriosas
Beleza secreta no interior de suas rosas
Instigas como instiga o embrulho de um presente.

Forte na capacidade de se sentir Mulher
És a fera mais atroz na proteção de seu mundo
Honra e faz-te honrar o Ventre fecundo
Óh! Mulher, mulher, mulher e mulher...!

És uma Deusa, pois Deus vive só
Já que o homem veio primeiro à imagem Divina
És a Dona do mundo e de toda minha sina

Mulher é mãe de todos nós
é a genitora universal da poesia
É a musa de todas as histórias
E dona de nossas alegrias.

Compartilhar

Simplesmente, mulhres existem. Guarulhos-SP


01/11/2006