Site de Poesias

Menu

O AMOR QUE NÃO DECLAREI

Houve um tempo em que esperava você chegar
Sentia seu cheiro no ar ao se aproximar
Meu coração disparava, meus olhos brilhavam
Era como se uma adrenalina tomasse conta do meu ser
E você se sentava do meu lado...
Eu, como se nada estivesse acontecendo... disfarçava

Disfarçava o calor que meu corpo sentia
A aflição do meu coração acelerado
E simplesmente sorria...

Sorria um sorriso amarelo quase sem querer
Quando meu desejo era pular em seus braços
E dizer o quanto amava você

Não me declarei
Escondi o mais belo amor que você poderia ter
Fingi ser apenas amizade o que havia entre nós
Simplesmente me acovardei... fugi
Agora, é tarde... Você se foi
E com você foram todos os meus sonhos
De viver um grande amor
E você não irá voltar
Pois já mais soube
Que para trás deixou alguém
Que para sempre irá te amar.
(Sirlei L. Passolongo)

Compartilhar

Madrugada

Sirlei
28/10/2006