Site de Poesias

Menu

Recomeço

Veio a mim no raiar de um novo dia,
Quando a angústia tomou meu coração;
Estendeu novamente a Sua mão
E eu chorei como há tempos não fazia...

Ensaiei um pedido de perdão
Mas Sua voz meus murmúrios silencia,
Como que a repetir-me: Eu já sabia...
Mas sou Eu quem te apaga a transgressão!

Num abraço que as mágoas alivia
Vai-se a culpa, o temor e a solidão.
Pela Sua infinita compaixão
Vem a mim, no raiar de um novo dia,
Confiança pra vida retomar;
Nova chance de amor em Seu olhar.

Compartilhar

"Eu, Eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de Mim e dos teus pecados não Me lembro." Isaías 43:25

Ederson Peka
01/09/2006