Site de Poesias

Menu

Comentários da Poesia "*Cara e coroa*"

de Carmen Lúcia

Gostaria de deixar seu comentário?

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários aqui registrados não representam a opinião da equipe do Site de Poesias, nem mesmo recebem o seu aval. A responsabilidade pelo conteúdo dos comentários é inteiramente do autor dos mesmos. Ao poeta é reservado o direito de remover os comentários de seus poemas, quando achar por bem fazê-lo.

Olá, caros amigos do Site de Poesias! Gostaria de recomendar a Professora Carmen Lúcia. Passeiem por sua obra: garanto que vocês não vão se arrepender, assim como eu descobri belos poemas durante minha visita a esta poeta. Registrem sua opinião, pois os comentários são muito importantes para melhorarmos cada vez mais...
Um abraço a todos!
Edson Satler
02/08/2006


Tu não falou somente de si mesma nesse poema, e seria vazio dizer que eu me encaixo, tu conseguiu descrever a natureza humana. A cada dia, a cada momento em relação ao convívio com as pessoas caminhos são oferecidos para agradar ou desagradar corações, aproximar ou distanciar de amigos, colegas, parentes...sempre a cara e coroa...a sorte é lançada...eu aposto na possibilidade remota que me pareceu que tu quiz dizer, conciliar, aposto que a moeda cairá em pé, sendo assim nesse meu convívio não há formas de errar.
Glauber Moreira Rocha

07/08/2006

gostei muito da sua poesias, nobre poetisa
todas as pessoas possuem um lado "cara ou coroa", mas, algumas afloram mais um lado que o outro.
abraço desse humilde poeta!

Seguindo a linha do cara,
sei que não é coroa,
Como a moeda tem duas cara
seguir-te-ei rindo a toa.
Nem preciso ser bailarino.
Parabéns
Aprendiz

29/07/2006

É uma incógnita teu poema...Seria necessário conhecer essa alma de sentimentos tão nobres e mente tão pespicaz, para arriscar um palpite...

Escreves com inteligência e sagacidade. Apaixonei-me por tua forma de escrever....

jeo!!!
jeo

29/07/2006

Cara e coroa...
Quem aposta?

Sou o kara que em ti ponho fé
Tambem sou o koroa de Taubaté
Quer apostar?
Antes de da o pé
Maravilhosa poesia, adorei.
Um abraço
Renatinhuuuuuuuuuu

12/07/2006

Voltar à poesia