Site de Poesias

Menu

Ilusão

Talvez seja mesmo um forte tédio
Esse que se apossa de meu peito
Pois ainda irá me machucar
E aí todos os olhos se voltaram a mim
Pensando, e admirando....
Como alguém tão forte, chora aqui neste momento
Pois é, o fato é que esperneamos para nos proteger
Para que de alguma maneira, não sejamos atingidos
E quando menos se espera,
Caímos em tentação...
Em solidão...
Rodeados de amigos ou não,
Calados ou não
Eis o mal que mais mata,
Eeis a solidão!
Não vou negar, sinto sim a solidão
Não vou negar, pois não sei o porque
Porque sinto tanto ardor em meu peito
Queria neste momento minha alma renovar
Queria nesta hora sua boca calar
Com um beijo quente e úmido,
Voar além das estrelas,
Num amor tão lindo
Quanto um sorriso seu

Compartilhar
Feiticcceeeiiiro
07/12/2004