Procuro neste mundo um alguém,

cumplice e inventor de meus crimes,

que perceba na natureza o sublime

e o meu suor em cada vintém.


Procuro neste mundo um alguém,

que não desista muito fácil,

mais dado ao tratamento grácil,

e que pense no que nos convém.


Procuro neste mundo um alguém

que mantenha até na dor verdade e riso

que descubra no simples, um paraíso

e que acima de tudo nos queira bem!

Guilherme dos Anjos Nascimento
© Todos os direitos reservados