O que vem a ser isso,
Que explode dentro do meu peito?Saudade, loucura, invento?


Invento...
Que o barulho da chuva me faz companhia.
Que sou completamente feliz.
Que não sinto tua falta.
Que é fácil seguir só.
Que não há lamento.


Invento...
Que ainda há tempo.
Que não me perco, quando em ti penso.


Invento...
Que está tudo bem.
Que a saudade não machuca.
Que não há sofrimento.


Invento...
Que o vento traz notícias tuas.
Que converso com as estrelas.
Que sou amiga das flores.
Que vôo com as borboletas.
Que me visitas todas as noites.
E que o tempo parou,
No dia que te conheci.

Maria Isabel Sartorio Santos
© Todos os direitos reservados