Caixinha de música

Caixinha de música

Gira, gira, bailarina!
No compasso do teu tom
Gira! Chave pequenina
Faz de novo o lindo som
 
Gira, moça de madeira
Roda! mostra teu encanto
Faz sorrir dessa maneira
A menina no seu pranto
 
Gira, gira e não descansa!
Nessa caixinha enfeitada
Graciosa em tua dança
Majestosa e enfeitiçada
 
Gira, gira, passa o tempo
Não entende a ironia
Não percebe o momento
Que acaba a melodia
 
Para triste a bailarina
Não consegue mais rodar
Até que venha a menina
A chavinha lhe girar

História de uma majestosa bailarina de madeira que rodopia sobre uma caixinha de música sem perceber a ironia de que o mecanismo que lhe dá movimento é o mesmo que lhe rouba a liberdade de girar livremente.

Currais Novos - Rio Grande do Norte

José Enos
© Todos os direitos reservados