Realidades

Recostar-me em seu peito e sentir seu calor

Caminhar ao seu lado, falar de amor...

Sonho adolescente, quando a ilusão,

Fazia florir toda a minha emoção.

 

Ah! Vida! Onde está minha vida?

Aquela que eu tanto quis...

Ah! Sonhos! Onde andam os sonhos?

Aqueles que me faziam feliz.

 

O tempo passou e cumpriu seu papel,

Promessas perdidas, jogadas ao léu.

Os anos se foram e em minha lembrança,

São mortas as juras e as esperanças.

 

As mãos se soltaram, ficaram vazias.

O riso de outrora hoje é agonia...

Das noites de sonhos, restaram saudades,

Assim como do amor e da felicidade.

 

Em seu peito o frio, a alma vazia,

E da ilusão, ficou a nostalgia.

As flores murcharam e a emoção,

Hoje é tristeza, em meu coração.

JRUnder
© Todos os direitos reservados