Porto seguro

Serpenteia em minhas veias
Um rubro rio
Caudaloso

Anseia divisar o longe
O inesperado
Visitar novos horizontes

Viajar por "mares nunca dantes navegados"

Aspira 
Quem sabe
Numa tarde de sol poente

Aportar seguro
No tic tac
Do teu coração

Maria Isabel Sartorio Santos
© Todos os direitos reservados