Site de Poesias

Menu

Desejo fúnebre

No dia em que minha alma
Abandonar meu corpo subitamente
Eu quero que a cada um de meus amigos
Seja dada uma rosa

A cada um que sorri ao recebe-la
Lembrando de mim
Uma estrela se iluminará
no meu caminho aos céus
mas a ultima rosa
e aquela que tem todo o amor
que eu guardei a minha única amada
infelizmente não vai se iluminar
porque a ela não basta aquele sorriso
e sim também um beijo
em suas pétalas
beijo que acenderia a ultima estrela
e realizaria o verdadeiro sonho daquela alma

Compartilhar

Fala de que quanto é importante varias amizades e pelo menos um amor verdadeiro na sua vida e até na sua morte. Mostra tambem aqueles sonhos que sempre temos vontade de realizar mas as vezes por falta de oportunidade e mas ainda falta de coragem deixamos escapar. Na cama

Arthur Verona Fontes
04/12/2004