Trechos d'um amor

Trechos d'um  amor

A vida não se resume em um poema desiludido e imperfeito, antes n'um poema esperança, desses que se derrama no trecho d'um amor que antes resiste ao tempo e impossibilidades, dessas vontades que descansa na esquina da vida, sem pressa... são tantos e tantos degraus das ilusões, que o amor finda de olhos fechados n'um lugar qualquer, chegando sem nada pedir ou dizer, escuta o silêncio da noite, ofusca-se com o intenso brilho das estrelas, e adormece ao mirando o firmamento, desenfreados intentos, o amor só para para sonhar.

O amor não tem erro, direito, só pode ser sentido, mesmo que não seja ouvido, recua, espera, mesmo sem esperança, é esse o seu caminho, não só ganha estradas, como ganha os céus, passa à voar sem parar, e em seus voos mais alto ganha mais cor, torna a respiração através das palavras, antes presas, o amor solto assim, não consegue mais calar, abusando da sua liberdade, não se aquieta, nunca mais deixa de ser amor. 


Liduina do Nascimento

Colorido

Fortaleza

Liduina do Nascimento
© Todos os direitos reservados