Entre eu e você

Entre eu e você


            Caminho em silêncio sozinha pela rua onde moro, sem contar o tempo que passou, sem pensar no passado e sem desejar o futuro... apenas caminho, caminho como quem vai por aí sem muita saudade para contar, caminho sem querer sentir, apenas caminho, a rua é sem atrativo, sem paisagens que chame a minha atenção, do lado direito casas, do lado esquerdo também, ouço um vivo bom dia! ...ao longe, no alto, para acordar o meu coração que ainda quer dormir, o canto do bom dia, puxa a minha imaginação, e gosto.  E acenando a cabeça, esboçando um sorriso é o meu jeito de responder o seu bom dia, só nós sabemos quem somos, o canto, o silêncio entre eu e você. Não tenho como contar, ninguém precisa saber, com um simples canto de bom dia, você me devolve a alegria, mais um dia vou viver.


Liduina do Nascimento

Liduina do Nascimento
© Todos os direitos reservados