Dinheiro

O dinheiro tem sido movimentado
em virtude do preço das coisas
e não do valor(imaterial) delas. Também pudera.

Quanto vale uma vida? Ou muitas?
Quanto vale a saúde? E a dignidade?

Essas coisas têm valor imaterial e não deveriam ter valor material.
Mas têm. Muitos indivíduos se corrompem por ignorância e maldade.
Depois vêm reclamar da política e do mundo.

Quanto vale uma vida que acaba de nascer na miséria(qual o preço)?
Quanto vale uma cirurgia para uma criança bem pequena que precisa
de um tratamento caro, pois o preço de sua vida e de sua saúde estão sendo
mensurados, ou seu "valor material"(qual o preço)?
Quanto vale a dignidade das pessoas que sofrem de fome, de sede, de frio
de falta de residência, de preconceito, por não terem dinheiro em virtude de desemprego, vítimas de muitos agentes arbitrários estatais(qual o preço)?

"Vivemos em um sistema de trocas"
"Viva a meritocracia sem reflexão"
"Viva o preço, o valor material das coisas"
"É necessário ao menos um valor material para retribuição
dos trabalhos realizados"

Qual é o preço da humanidade?
Vil, torpe.

Aplausos a nós, agentes da indiferença social, de quase toda a humanidade
que se vende seja por preço ou por valor material.

Ela é inalienável e seu valor imaterial é infinito
Que pena que nossa consciência somente vá acordar de forma tardia
Quando o sofrimento for total, extremo e coletivo.
Espero não ser tarde demais.
Viva o Dinheiro!!!!!!!


Diego de Andrade
© Todos os direitos reservados