Cascatas

Vem meu amor, abra a janela, o dia é lindo,

Lá em cima o azul nos cobre, como fosse um véu.

E brancas nuvens , qual moldadas no algodão,

Imitando corações enfeitam o imenso céu.


E passarinhos cortam esta paisagem,

Para com cores seus olhos presentear...

Espalham o brilho que assim como miragem,

Nasce bem fundo no fulgor do seu olhar.


Flores dos campos, ouvem dos ventos, murmúrios,

São mil segredos e juras de paixão sem fim.

Que como eu sob a janela em sussurros,

Falo do amor, que por você nasceu em mim.


Ao longe as águas de um riacho, em cascatas,

Cantam a alegria que se esparze pelo ar,

Meus sentimentos jorram como cachoeiras

E a seus pés meus sonhos vão depositar.

Jrunder
© Todos os direitos reservados