Uma rosa vermelha

Uma rosa vermelha

A vida é mesmo cheia de surpresas

Umas boas, outras ruins, o que dizer?

Bastante para nós é o viver,

E da vida, contemplar tantas belezas.

 

Algumas se transformam em amores,

Outras, no entanto, inesperadas,

Outras tão comuns: as primaveras perfumadas,

Cobrindo os campos verdes, com as suas flores;

 

 

um singelo botão desabrochando,

pétalas abertas, a tudo perfumando,

Essa ai, flor vermelha e tão linda,

 

Essa flor, essa maravilha:

Essa ai, de vermelho, é minha filha,

Tão somente, ela só não sabe ainda.

Sabe o que eu queria agora meu bem?
sair chegar lá fora e encontrar alguém,
que não me dissesse nada,
não me perguntasse nada tambem.

que me oferecesse o colo e o ombro
onde eu desaguasse todo desengano.
mas a vida anda louca,
as pessoas andam tristes,
meus amigos são amigos de ninguém...

(Vander Lee)

Dentro de mim.

BRUNO
© Todos os direitos reservados