Inversões da soberba

O amor próprio deve ser, como o nome diz, próprio seu,

É quando basta em si mesmo, que o orgulho faz sentido

O reconhecimento que parte primeiro de você, já se perdeu

É a esconder o vazio e a dúvida, que se dedica um convencido.

Guilherme dos Anjos Nascimento
© Todos os direitos reservados