O QUE SOMOS?

O QUE SOMOS?

Talvez uma contradição infinita
Pó ao vento do amplo universo
Total consciência que acredita
Somos um e outro controverso

De ínfimo a imponente superior
O homem tem projeção relativa
Para si... um gigante assustador
No cosmos, poeira inexpressiva

Sonhos, felicidade e sofrimento
É fechar os olhos um momento
Nada se mantém na eternidade

Tudo cessa com a efemeridade
O que persiste em pensamento
Esvanece como poeira no vento

Marco Antônio Abreu Florentino

Soneto inspirado na linda canção ¨Dust In The Wind¨ do grupo musical Kansas, grande sucesso lançado em 1977.

Relembrada ao vê-la postada na rede social do meu irmão Antônio Junior.
- Obrigado querido irmão e amigo. A canção traz lembranças felizes de um tempo que não volta mais.

https://youtu.be/4Tj6baO8e6E

Marco Antônio Abreu Florentino
© Todos os direitos reservados