ROSTO COLADO

ROSTO COLADO

Dança de rosto colado
Encontro não marcado
Dum átimo enamorado
Na tarde dum passado

Uma flama passageira
Como uma brincadeira
Na dança boa parceira
Paixão não verdadeira

Momento inesquecível
De um tempo aprazível
Marcado pela memória

Que conduz à trajetória
Duma vida sem destino
De um nome Florentino

Marco Antônio Abreu Florentino

Soneto que faz homenagem à dama do bar cabaré de Itaituba/PA, que dançou comigo durante toda a tarde de um sábado de folga do NASh Oswaldo Cruz (Marinha do Brasil}, lá pelos idos de 1986 dos meus vinte e seis anos, quando fui passear sozinho pela cidade, descumprindo a ordem de desembarcar sem um companheiro tripulante.

Tarde agradável com uma garota desconhecida muito carinhosa e excelente dançarina, que não exigiu nenhuma compensação financeira para isso.

Beijo carinhoso e um forte abraço, dama sem nome que jamais vou esquecer.

https://youtu.be/pLExgfVZRi4
(Chuva de Prata - Gal Costa)

Marco Antônio Abreu Florentino
© Todos os direitos reservados