Criança

Criança que brinca não chora. Criança que come na hora. Criança amada que sorri. Criança que vai à escola. Pula, escorrega no escorrego. Brinca de boneca, brinca de bola. Lê, escreve histórias da sua própria memória. Quando chega em casa, almoça, vê tv e faz o dever. Ah!… Se eu pudesse encolher e voltar a ser criança como você.

Cesar Garcez
© Todos os direitos reservados