Eu o vi

Eu o vi sentado na praça,
Pés descalços, acuado...
Eu o vi! Corpo magro, doído,
Maltrapilho...maltratado...

Eu o vi caminhando nas ruas,
Sem ter aonde ir ou chegar.
Eu o vi, desamparado,
Como quem busca um lugar...

Retratos que a mente guarda,
Para nunca mais se apagarem
E ficarem em nossa memória.
Pedaços de vida perdidos,
Apenas folhas de um livro,
Que um dia formaram uma história.

Eu o vi, uma última vez
E apenas por ter me enganado...
Querendo olhar o futuro,
Sem querer, eu fui abrir
A janela do meu passado...

Jrunder
© Todos os direitos reservados