A Vida nos ensina

Sinto sua falta,
Uma vontade imensa de te ver novamente,
Poder estar frente a frente
Sem a mesma pressa de antes,
Na verdade, nunca mais partir.
Tê-la para sempre aqui.
A vida nos ensina 
Da maneira mais cruel
Que o céu
Não é logo ali
È longe, distante
Queria tê-la aqui
Sem a mesma pressa de antes,
Aproveitar cada instante
Dizer que te amo, te abraçar.
Mas a vida é cruel
Não posso vê-la como antes
Hoje me contento em sonhar.
Como é longe o céu
Não posso mais te visitar.
Aliás, te visito no sonho,
Em meu mundo tristonho
Outrora risonho
É a sua ausência que se faz presente
Em meu inconsciente
Em todo lugar…
Olho sua fotografia
Quanta nostalgia
Quanta coisa boa
Um sorriso à toa
Nossa alegria.
Mãezinha querida,
Muito orgulho em ser teu filho
Mas nos ensina a vida,
Da maneira mais cruel
Que o céu
Não é logo ali
È longe, distante
Queria tê-la aqui
Sem a mesma pressa de antes,
Aproveitar cada instante
Dizer que te amo, te abraçar.

 

Minha mãe Nadir da Silva Satler, morreu dia 27/02/2021, a dor é muito intensa ainda!

São Paulo