Pandemia

De repente tudo mudou 
Acabou se a festa
Estamos preso e isolados
Chegou e arrebentou
Não tem rico 
Não tem pobre
Cego ou não
Todos apanharam 
O choro ficou comunitário
A poesia intristeceu
O som ficou mais lento
A hipócricia sorriu
É minha vez pensou
A podridão se revelou
Não somos mais o mesmo
Todos querem ter razão
O mundo nunca mais Será o mesmo
Não tem perdão
Contaminamos o mundo
Estamos colhendo
O que plantamos
Só resta torcer e esperar
Pode ser que vc seja um dos
Sobreviventes..... Lamentável

Wagner
© Todos os direitos reservados