Eu, sem ela


Eu, sem ela

sou como o luar sem lua

como uma canção sem melodia

como um cão perdido na rua

sou um corpo vazio sem alma

sou como um ator que não atua

 

Eu, sem ela

sou como um peregrino sem rumo

como milionário sem dinheiro

como pastor sem rebanho

como um professor sem aluno

como navio sem timoneiro

 

Eu, sem ela

sou caminho sem direção

sorriso sem alegria

vivo, mas morrendo a cada dia

mesmo batendo meu coração

sem ela, sou ilusão

 

Eu, sem ela

sou como uma luva sem a mão

um sapato sem o pé

um filho sem o irmão

um crente sem sua fé

um cego na escuridão

 

Eu, sem ela

sou como um jogador sem a bola

um marinheiro sem o mar

um aluno sem escola

um romance sem história

de um amante sem poder amar

 

Eu, sem ela

sou como a primavera sem flores

como um atleta sem meta

como um coral sem seus tenores

como um valente amedrontado

fugindo dos seus perseguidores

 

Eu, sem ela

sou como um enfermo sem cuidados

um rei sem sua rainha

sou como o sol sem fulgor

pois na vida ela é a minha

e só vou por onde ela for...

 

Zeca Moreira
© Todos os direitos reservados