Site de Poesias

Menu

ORESTES BARBOSA EM PARCERIA

 
Nossas roupas comuns dependuradas,”
No cantar de Orestes Barbosa ouvir
“Nas cordas qual bandeiras agitadas,”
(Que irão teu corpo abraçar e vestir)
 
Em cada parte desejada e escondida
O sabor, o perfume, a textura , sentir
Este é o sonho louco de minha vida
Apaixonada! o sonho de conseguir
 
Em beijos e mais beijos apaixonados
Dos teus pés aos teus lábios saborosos
Até ter todos  meus desejos saciados.
 
E voltaria nessa doce lida,doce labor...
Até ouvir de seus lábios deliciosos:
-Vai! Não pare!  Me” mata” de Amor!”
Volta Redonda-18-07-67
Pedro Paulo da Gama Bentes
 

Compartilhar
Pedro Paulo da Gama Bentes
20/02/2021