Site de Poesias

Menu

Olhe o céu

Não, não olhe para mim. Olhe o céu.
Somente a grandeza do infinito pode explicar o tamanho do meu amor.
Somente a energia da luz do sol, pode explicar o calor que emana do meu peito.
Somente uma noite de céu estrelado pode explicar o numero de vezes que já pensei em ti.
Somente  a chuva torrencial pode explicar as lágrimas que por ti, já verti.
Tão somente as longínquas galáxias me fizeram conhecer teus pensamentos tão distantes.
Tão somente as noites de luar, refletiram de forma tão suave em meus olhos o brilho dos teus.
Tão somente as estrelas me ensinaram a recobrir-te de cuidados.
Tão somente raios e trovões festejaram, como eu, as alegrias da vida e do renascer de cada da.

Compartilhar
Jrunder
27/01/2021

  • 0 comentários
  • 38 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados