Site de Poesias

Menu

Sampaio quase atropelou um ciclista


Sampaio quase atropelou um ciclista.
Estávamos saindo do restaurante, na estrada, aí ele pegou a pista e imediatamente foi para o acostamento, na intenção de voltar à pista principal com mais velocidade; infelizmente, deu de cara com um ciclista que vinha na contramão. Briguei muito com ele, porque achei desnecessário assustar o ciclista.
- O ciclista é que está errado, eu estou seguindo o Código de Trânsito.
- Antes do Código de Trânsito, existe o bom senso.


Viemos de bico, sem nos falarmos, de Campos à Madalena, por causa da exaltação dele.
- Sampaio, você me deve um pedido de desculpas.


Ao chegarmos em Madalena, o meu telefone, que já estava com a tela quebrada, parou de funcionar definitivamente. Fiquei triste, porque sem ele, não podia ser "blogueira".
Ele, vendo minha tristeza, chamou o Itarnizinho e deu a ordem:
- Itarny, compre, na internet, um celular novo para sua mãe.


Fechou! Existem mil maneiras de se pedir desculpas.
Eu aceito, é claro!
Encontro-me na expectativa de uma nova briga, na esperança de trocar a minha impressora que está engasgando papel.

Compartilhar
Selma Nardacci dos Reis
12/01/2021