O que é poesia

Na escola entre adolescentes de repente eu me via
pra falar sobre poema e também de poesia
queria tentar explicar aquilo que escrevia
diante daquela plateia que atentamente me ouvia
uma mão erguida, inocente, entre tantas lá no fundo me interrompia
era alguém querendo saber: o que é poesia?
uma pergunta inesperada que aquela criança fazia
o que é poesia?
a pergunta sem resposta, por certo não ficaria
mas como explicar a experiência nas letras que eu escrevia?
até mesmo a professora atenciosa me ouvia
mas, eu não sabia que não sabia o que era poesia!
escrever eu escrevia mas explicar não conseguia
poesia ia além daquilo que eu vivia
descrevia sentimentos momentos de alegria
outras vezes nem parecia, mas de tristeza
eu também escrevia
tudo era motivo para expressar em poesia
mesmo se não tivesse rima tinha muita sabedoria
que ao escrever eu descobria que a vida é a própria poesia
ao viver cada momento minha poesia escrevo
alimento os sonhos, os desejos, frutos do meu pensamento
faço planos, traço metas, nova trajetória refaço
me esforço, jamais esmoreço, sigo em frente
se as vitórias me alegram das derrotas não esqueço
mesmo a cada tropeço, procuro seguir contente
essa é minha poesia, meus caros adolescentes
mas, a pergunta será que foi respondida?
Sim, me responderam
poesias retratam experiências
dão cores ao nosso viver
é o brilho de uma aurora escondida
que nossos olhos insistem em ver
é o sentimento da alma nos dando ou tirando o prazer
são lembranças vividas no tempo
e palavras ditadas pelo coração
que as mãos insensíveis tentam escrever
poesias retratam a vida
o sonho que não acabou, sem rimas de amor e dor
do adolescente ao idoso, em tudo o que fizermos
poesia é viver tudo de novo, mas, com o coração cheio de amor...

Zeca Moreira
© Todos os direitos reservados