Site de Poesias

Menu

A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DA EXISTÊNCIA

A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DA EXISTÊNCIA

Na angústia do ser para a morte
A existência precede a essência
E a vida é somente mero suporte
Que sustenta a ilusória aparência

O ser no mundo desvela presença
No cuidado de si em possibilidade
Sabe que é fundamental diferença
Para o ente que mostra identidade

A escolha da leveza vira opressão
Quem vai escapar da condenação?
O acaso torna a vida insustentável

No momento do tempo mensurável
Os covardes não choram por amor
Pois não sabem resguardar sua dor

Marco Antônio Abreu Florentino

Nota 1:  Soneto inspirado no famoso romance de Milan Kundera - A Insustentável Leveza do Ser.
Nota 2:  Dedicado ao Prof. Custódio Almeida (candidato vitorioso a reitor que o presidente psicopata vetou), meu orientador no mestrado em filosofia (incompleto) da UFC, que consolidou meu interesse e conhecimento na analítica existencial de Martin Heidegger e no existencialismo de Jean-Paul Sartre.

https://youtu.be/dfe8tCcHnKY

(Also Sprach Zarathustra - R. Strauss)

Compartilhar
Marco Antônio Abreu Florentino
26/12/2020